Gratidão – Quando foi a última vez que se sentiu grato ou demonstrou gratidão?

gratidão shutterstock

“Só há felicidade se não exigirmos nada do amanhã e aceitarmos do hoje, com gratidão, o que nos trouxer. A hora mágica chega sempre.”  - Hermann Hesse

Gratidão é uma palavra pouco usada nos dias atuais, geralmente substituída e confundida com obrigado. Mas por quê substituímos tanto a palavra gratidão por um simples obrigado?

O obrigado é simplista e momentâneo, existente por um fino elo de ligação. Muitas vezes desprovidos de sentimentos, é dito de forma automática, apenas um obrigado por obrigação.

Porém, a gratidão vem do latim “gratia”, que significa graça, ou gratus, algo agradável. Nos traz algo muito mais profundo, que toca os corações. É despertado por sentimentos realmente sinceros e nas quais estamos sentindo verdadeiramente, livre de obrigações e amarrações.

Ser grato, é sentir felicidade, pois existe a consciência do reconhecimento e da verdadeira face da gratidão. O reconhecimento nos mostra que temos o necessário para viver e para nossa superação. Não é ótimo e nobre aquele sentimento de “Uhuuuu, eu consegui? ” As vezes pensamos ser pouco, e ter pouco, porém ao agradecer, sentimos que temos mais do que merecemos e as coisas se tornam mais fáceis. Aqui não se confunde conformismo com gratidão, pois o primeiro é ingratidão, por não conseguir perceber o que recebe de bom e desiste de lutar, e a gratidão sempre tem algo mais a nos dar. A importância em ser grato está principalmente em trabalhar a autorreflexão de nossas atitudes e de tudo aquilo que podemos melhorar, aperfeiçoar e mudar. Sentimento que desperta em nós a vontade de continuar, lutar, trabalhar e não desistir.

Trabalharemos em nosso ser, o significado mais profundo desta palavra. Não basta apenas ouvir ou dizer, precisamos sentir, reconhecer e praticar.

Agradecer, agradecer, agradecer, sem exigir.

Deixemos para trás os pensamentos de inferioridade, egoístas e desprovidos de sentimentos benéficos. Ter pouco não deve ser sinônimo de ser pouco. Se não conseguimos Ser, o Ter não será o suficiente pois sempre faltará algo.

Sejamos primeiro, o resto virá como consequência. Tragamos a palavra gratidão para todos os momentos de baixa e muitas vezes de depressão, ao invés de alimentar sua ansiedade por aquilo que acha que precisa e não tem. Sejamos o exemplo vivo para muitos que necessitam de nós. Em casa, no trabalho, ou em qualquer lugar, apenas agradeça, elogie, tenha paciência e sorria, muitas vezes mesmo que difícil, respire fundo e continue. A gratidão deve ser trabalhada como um músculo, com treinos e quanto mais praticar, mas fácil fica e acontecerá de forma espontânea.

Sejamos gratos, sejamos agradecidos, sejamos livres de pessimismo, sejamos a demonstração do reconhecimento e da ideia em atitude do ato em agradecer.

Não sabe como começar?

Em estudos realizados, pesquisadores chegaram A gratidão faz com que você se torne mais receptivo às coisas boas da vida. Seja grato para se tornar melhor! Quem é grato trabalha em si o reconhecimento de que o melhor está sempre por vir.à conclusão que ser grato pelas pequenas coisas da vida pode causar grandes mudanças. Exercitando por meio da escrita, em poucos meses seu cérebro passa a se sentir ainda mais condicionado a ser grato.

Qual o resultado?

Faça uma autorreflexão.

Quando foi a última vez que se sentiu grato ou demonstrou gratidão?

Leia mais:

http://www.ibccoaching.com.br/portal/a-importancia-da-gratidao/

http://revistagalileu.globo.com/Ciencia/noticia/2016/01/expressar-gratidao-pode-mudar-seu-cerebro.html

Tags:, ,