Micromanagement – Descubra se você age assim

micromanagement ou microgerência

02/09/2016

Micromanagement

Micromanagement, ou Microgerência é um método gerencial visto como sanguessuga. Entre uma gestão eficaz e a microgerência existe uma linha bem tênue, na qual é ultrapassa muitas vezes.

Obviamente a performance de cada gerente sofre influência de incontáveis variáveis, dentre elas: conhecimento, experiência, comprometimento, auto-controle, grau de envolvimento que consegue ter com sua equipe e também, não menos importante, quais as ferramentas gerencias estão à sua disposição. Já falamos aqui no blog que softwares são extremamente importantes para se criar indicadores. Localizar pontos fortes e fracos no ambiente empresarial pode representar a sobrevivência da empresa.

Quando entramos no assunto “qual a melhor forma de gerência? ”, não existe a melhor receita, mas existe aquela forma que melhor se enquadrará a realidade da empresa. O que dá certo para um, pode não dar certo para outro, o contexto muda, mas conhecer os métodos faz toda a diferença para saber por onde começar e dar continuidade aos trabalhos.

O importante é sempre buscar os melhores resultados e demonstrá-los, pois não basta somente você saber, correto?

Os microgerentes se sentem irritados e contrariados quando um subordinado toma decisões sem consulta-lo, claro que existem exceções, porém esse controle excessivo aos menores detalhes de um processo atrapalha o desenvolvimento de outros profissionais, e por consequência assuntos mais importantes ficam sem receber a devida atenção.

Para o microgerente, dar um voto de confiança a um membro da sua equipe, parece uma tortura. Por isto, o desenvolvimento da capacidade de liderar é importante, atribuições de tarefas e as orientações precisam ser dadas e as críticas e sugestões feitas de forma a melhorar o processo. O gerente precisa ter sensibilidade para compreender e saber qual a melhor forma de lidar com as situações, não esquecendo que mais importante que falar, é saber ouvir.

As pessoas se tornam mais envolvidas com a empresa quando percebem que existe autonomia e confiança. A perfeição é apenas a ilusão do impossível, mas podemos melhorar e buscar a excelência.

Esse é o papel do gerente, envolver as pessoas para alcançar melhores resultados reconhecendo o potencial de cada membro da equipe, com a capacidade de liderar e ser lembrado pelo ótimo gestor que é.

Para ajudá-lo no controle da jornada de trabalho, saiba mais: http://www.certponto.com.br/2015/07/10/6-vantagens-da-adocao-do-relogio-virtual-de-ponto/

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , ,